segunda-feira, julho 18, 2011

Pais versus filhos

É normal os gostos serem diferentes mas volta e meia existe um ponto em que se cruzam, uma influência qualquer coisa, pois bem com a minha filha é tudo ao lado, mas não é coisa de agora sempre foi assim.
Nós não sendo nada conservadores, e não estou a falar de valores, temos uma filha conservadora, como é possível, não sei, o mundo dá muitas voltas e ela tem apenas tem 15 anos, mas acho difícil mudar.
O exemplo mais flagrante é a música, ela adora música portuguesa, meados anos 80, não sabe nem quer saber quais são hits do momento, não gosta pelos outro gostarem é o gosto dela e defende-o mesmo que eu o pai alguém de família mande umas bocas.
Ontem a ventania e a temperatura manteve-nos em casa durante a tarde e ela no seu quarto enquanto lia, ouvia Marco Paulo, Paulo de Carvalho, fado de Coimbra, Xutos e mais não sei o quê, mas quando começou a passar o Meu querido mês de Agosto não resisti e tive que mandar um sms à Sandra, isto não é normal, pois não :)



(Antes que perguntem é tudo cds, tirando xutos, que a avó comprava em revistas, antigos portanto)

4 comentários:

Manuela disse...

Querida Dudu, também me questiono por vezes o mesmo, com a minha sobrinha-filha... ;)

GATA disse...

Bem... a tua filha não existe! Paulo de Carvalho, ok... mas "meu querido mês de Agosto"???

Dudu disse...

Manuela
Como é tão fora do normal, nós estranhamos :)

Dudu disse...

Gata
:))
Deu-lhe para isto e vou ter de respeitar, mas custa :)