quarta-feira, janeiro 26, 2011

Mude


No sábado fomos mais uma vez ao Mude (Museu do Design e da Moda), para além de ser de entrada gratuita têm sempre exposições interessantes, para não falar daqueles balcões que me fascinam quer pelo tamanho quer pela estética feminina, na minha visão claro.
Para além de peças de Desing, moda, que já conhecia tivemos a oportunidade de entrar nos cofres do antigo banco onde está a exposição Sementes: Valor Capital, com muita pena minha não deixavam tirar fotografias, mas confesso que o meu interesse estava mais nos cofres, maquinismos, portas, alavancas, onde outrora estiveram riquezas do nosso país, imaginámos aqueles cofres com jóias, testamentos, dinheiro, fotografias, eu e a minha filha sentimo-nos num filme, claro que volta e meia via o milho, feijão e por aí fora.
A exposição A Rua é Nossa, também não nos deixou indiferentes mas o que gostámos mesmo foi a ri-rite que estava no último dia, onde ao som de A Sagração da Primavera de Stravinsky percorremos os vários espaços com diferentes imagens e diferentes sons, como se estivéssemos dentro da própria orquestra, onde pudemos ver o trabalho do maestro, a tensão dos músicos, o contar dos compassos, uma experiência de sensações.

4 comentários:

GATA disse...

Só fui 1x ao MUDE, fui ver a excelente exposição "Retratos Políticos" - ADOREI!

hierra disse...

Nunca fui ao MUDE mas acho que do próximo fim de semana não passa

Dudu disse...

Gata
Também vi essa.

Dudu disse...

hierra
Depois dá o teu veredicto.