quarta-feira, maio 14, 2008

Ele apareceu

de repente, agarrando-me com força, a necessária para não me magoar mas para eu sentir quem comandava agora. Aquele aperto deixou-me num misto de inquietação e de excitação, ainda tentei balbuciar qualquer coisa, mas apenas saiu um gemido. Insinuou que me ia beijar... como eu desejava aquele beijo... mas quando os seus lábios estavam prestes a tocar os meus, simplesmente desviou a boca depositando um beijo na minha bochecha enquanto mostrava aquele sorriso de malandro.



Podia ter acontecido :)

1 comentário:

gata disse...

Pois podia! Mas ainda pode acontecer... :-)